Centro Hípico de Pedras Salgadas

Centro Hípico de Pedras Salgadas

O Centro Hípico tem uma história riquíssima, ligada à região de Trás-os-Montes e Alto Douro e à paixão das gentes da terra pelos cavalos e pelos desportos hípicos. É também a história de um dos melhores campos de saltos da Europa e da sua relação com o Parque de Pedras Salgadas no auge do turismo termal. E é também uma história de declínios. A decadência do Centro Hípico é gradual mas, a partir dos anos 90, acentua-se até parecer irreversível.

Em 2013 arrancam as obras de recuperação. Os tempos mudaram e, com eles, as necessidades dos utentes. Os espectadores deixaram de ser uma reduzidíssima classe privilegiada e a modernização da indústria de espectáculo trouxe a democratização no acesso às coisas. As novas regras internacionais para os concursos, obrigaram a uma profunda reformulação. A necessidade de rentabilizar o Centro Hípico obrigou a repensar o modelo de obtenção de receitas, assente na sazonalidade muito reduzida dos concursos de saltos. Construíram-se 32 boxes e um picadeiro.

Os edifícios novos tentam dialogar com os existentes e com a natureza em redor. As boxes, por exemplo, são revestidas com painéis de cortiça. Além de ser um material autóctone, a cortiça, ao envelhecer, vai adquirir texturas e tons semelhantes às do arvoredo circundante, diluindo-se organicamente na paisagem. Mas o exemplo mais emblemático desta arquitectura da invisibilidade é o do picadeiro. Todo revestido com troncos, parece ter sido adoptado e abraçado pela vegetação que o envolve. Os troncos e o tempo farão com que a flora acabe por tomá-lo por completo, tornando-o definitivamente seu.

[+ info]

Ano

2012 - 2015

Localização

Vila Pouca de Aguiar, Portugal

Área

1760 m2

Cliente

Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar

Arquitectura

LuÍs Rebelo de Andrade, Pedro Carta, Patrícia Matos, Marco Marinho, Raquel Jorge

Projecto de Estruturas

DX2 Engenharia

Projecto de Infraestruturas

Abílio das Neves, Paulo Pedroso (Águas e Esgotos), proM & E, Building Solutions (Electricidade e Segurança)

Construção

Vilacelos, Construção

Fotografia

FG+SG - Fotografia de Arquitectura

Texto

Valério Romão